Submarino argentino relatou avaria antes de desaparecer no Atlântico

Segundo informações da Marinha do país sul-americano, embarcação que sumiu na quinta-feira recebeu ordem de retornar à base em Mar del Planta após relatar o problema; tentativas de contato via satélite não foram feitas pela tripulaçã

0
52
Gabriel Galeazzi, comandante da base da Marinha em Mar del Plata, informou que submarino desaparecido relatou avaria antes de ser orientado a voltar para a costa Foto: AFP PHOTO / EITAN ABRAMOVICH

BUENOS AIRES – A Marinha argentina informou na tarde desta segunda-feira, 20, que o capitão do submarino ARA San Juan, que desapareceu na quinta-feira no Oceano Atlântico com 44 tripulantes, relatou avarias nas baterias em sua última comunicação com a base.

“A embarcação saiu à superfície e comunicou essa avaria, por isso, o comando da Marinha lhe disse que mudasse sua rota e viesse a Mar del Plata”, afirmou Gabriel Galeazzi, comandante da base naval da cidade argentina, 400 km ao sul de Buenos Aires, para onde o submarino deveria ter retornado.

Pouco antes, a Marinha argentina informou que as tentativas de chamadas telefônicas via satélite detectadas no sábado atribuídas à  embarcação não vieram do submarino.

“Recebemos oficialmente o relatório da empresa que investigou todos os sinais e explicou que as sete tentativas de comunicação do sábado não têm correspondência com o telefone satelital do submarino”, afirmou o porta-voz da Marinha Enrique Balbi, em entrevista coletiva em Buenos Aires.

File picture released by Telam showing submarines ARA San Juan, ARA Salta and ARA Santa Cruz upon arrival to Mar del Plata’s Navy Base on June 13, 2014. The Argentine submarine is still missing in Argentine waters on November 17, 2017, after it lost communication more than 48 hours ago. / AFP PHOTO / TELAM / ARGENTINA’S DEFENSE MINISTRY / Argentina OUT
File picture released by Telam showing submarines ARA San Juan, ARA Salta and ARA Santa Cruz upon arrival to Mar del Plata’s Navy Base on June 13, 2014.
The Argentine submarine is still missing in Argentine waters on November 17, 2017, after it lost communication more than 48 hours ago. / AFP PHOTO / TELAM / ARGENTINA’S DEFENSE MINISTRY / Argentina OUT
Photo released on November 17, 2017 by Telam showing the A.R.A. San Juan submarine being delivered to the Argentine Navy after being repaired at the Argentine Naval Industrial Complex (CINAR) in Buenos Aires, on May 23, 2014.
The Argentine submarine is missing in Argentine waters after it lost communication more than 48 hours ago. / AFP PHOTO / TELAM / ALEJANDRO MORTIZ / Argentina OUT
This undated photo provided by the Argentina Navy shows an ARA San Juan, a German-built diesel-electric vessel, docked in Buenos Aires, Argentina. Argentina’s Navy said Friday, Nov. 17, 2017, it has lost contact with its ARA San Juan submarine off the country’s southern coast. (Argentina Navy via AP )

O ARA San Juan realizava um exercício de vigilância marítima na quinta-feira, a cerca de 400 km de Puerto Madryn, na costa da Patagônia, no sul argentino, quando perdeu contato com a base. / AFP

(Com informações REUTERS)